Jornal JF
Fique por dentro das últimas notícias sobre INSS, economia, auxílios, 13º salário, FGTS e impostos com o Jornal JF - o mais completo e confiável

INSS Isenta Carência: Grande Benefício para Mulheres em Todo o Brasil – VEJA AGORA

Grande notícia! O INSS mudou uma regra que já estava implementada há mais de 20 anos que beneficia consideravelmente as mulheres

0

Investindo em uma nova sanção, o próprio Supremo Tribunal Federal (STF) mudou uma regra que já prevalecia há mais de 20 anos. Nesse sentido, um benefício imperdível está sendo liberado para muitas mulheres.

A Corte chegou à conclusão de que o INSS não deve tratar com distinção o pedido de salário maternidade realizado por empregadas autônomas ou celetistas. O STF sacramentou tal decisão justamente na mesma sessão de julgamento da revisão da vida toda.

Como o INSS realiza o pagamento do salário maternidade para autônomas atualmente?

Estar em mente sobre como é feito os pagamentos é o primeiro passo para conseguir o valor. (Fonte: Reprodução Google)
Estar em mente sobre como é feito os pagamentos é o primeiro passo para conseguir o valor. (Fonte: Reprodução Google)

Atualmente, possui o direito de ser contempladas com até quatro meses de salário maternidade as mulheres autônomas que já fazem as contribuições necessárias para o INSS seguindo algumas regras vigentes.

Leia mais: Motoristas não vão mais precisar da CNH em 2024? Entenda a nova lei que prevê o fim da carteira da CNH para essas pessoas – Saiba mais agora

Todas devem estar no grupo de contribuinte individual, MEI ou facultativa, efetuaram no mínimo 10 contribuições previdenciárias em sequência e recebem no máximo um salário mínimo mensal.

Mulheres que prestar serviços com carteira assinada não ficam nas mesma normas. Ou seja, não ficam obrigada a somar dez contribuições de carência, e no primeiro pagamento todas possuem o direito em exigir o salário maternidade.

CLIQUE AQUI e receba nossas PRINCIPAIS NOTÍCIAS pelo WhatsApp

Alterações no salário maternidade após decisão do STF

Os ministros do STF bateram o martelo ao decidir que trabalhadoras autônomas, seguradas especiais e facultativas devem possuir os mesmos direitos que trabalhadores de regime CLT já contam.

Leia mais: Lista dos 8 melhores cartões de crédito para aposentados e pensionistas em 2024- Confira as condições e aproveite

Trabalhadoras autônomas também passam a contar com o direito à licença por nascimento, parto, aborto ou adoção com somente uma única contribuição previdenciária. Assim sendo, a decisão em inserir carência na solicitação de salário maternidade ocorreu no decorrer da reforma da Previdência no ano de 1999.

Segunda chance

Desse modo, o próprio INSS ainda possui o direito de recorrer. Se porventura o Supremo prossiga com a decisão, as mulheres que não foram contempladas com o benefício por causa da carência ainda terão a chance de fazer outra solicitação.

Leia mais: Governo Federal bloqueou R$ 2,9 bilhões do Orçamento de 2024- Confira os impactos dessa decisão

Gostou do conteúdo? O Jornal JF traz diariamente as melhores notícias sobre o INSS, política, entretenimento e economia. Continue acompanhando o nosso blog e não perca mais nenhuma atualização!

Veja Também: LISTA de quem PRECISA FAZER AGORA A PROVA DE VIDA

PROVA de VIDA INSS 2024 – LISTA de quem PRECISA FAZER AGORA em ABRIL de 2024. (Fonte: João Financeira TV)

Dica bônus

Receba nossas informações diariamente de forma gratuita, nos seguindo em nossas redes sociais:

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM!

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK!

Dica extraTenha todas as informações de forma rápida e sem precisar ler as notícias! Clique aqui, se inscreva em nosso canal do Youtube e assista.