Jornal JF
Fique por dentro das últimas notícias sobre INSS, economia, auxílios, 13º salário, FGTS e impostos com o Jornal JF - o mais completo e confiável

Como o Novo Limite de Juros do empréstimo consignado INSS Afeta Você

Confira aqui a nova taxa de juros do crédito consignado e entenda se essa mudança pode ser positiva para você.

0

Para muitas pessoas é complicado viver apenas com um salário mínimo por mês e essa é a realidade de milhares de aposentados e pensionistas do INSS. Por isso, eles recorrem ao crédito consignado na esperança de ter uma ajuda no orçamento familiar, especialmente em casos de imprevistos. Então, é importante que esses segurados conheçam o novo limite de juros do empréstimo consignado INSS.

Isso porque essa nova taxa pode impactar muito na busca ou não desse crédito, bem como nas parcelas que os aposentados e pensionistas deverão pagar durante vários meses.

Vale destacar que o Conselho Nacional da Previdência Social (CNPS) reduziu o teto de juros deste tipo de operação em 0,04 ponto percentual. Assim, os empréstimos consignados poderão ficar mais acessíveis para a maioria dos segurados do INSS.

Continue a leitura e saiba tudo sobre essa mudança na taxa de juros.

Novo limite de juros do empréstimo consignado INSS

Crédito consignado INSS com taxa de juros de 1,72% ao mês (Fonte: Edição/ Jornal JF).
Crédito consignado INSS com taxa de juros de 1,72% ao mês (Fonte: Edição/ Jornal JF).

Em fevereiro, o Conselho aprovou o novo limite de juros do empréstimo consignado do INSS. Com isso, a taxa passou de 1,76% para 1,72% ao mês, ou seja, foi possível uma redução de 0,04 ponto percentual. Assim, o empréstimo consignado ficou mais acessível para os aposentados e pensionistas.

Leia mais: Planeja um Empréstimo Consignado? Confira as Dicas do INSS para Tomar a Melhor Decisão!

Além disso, a taxa de juros do cartão de crédito consignado e cartão benefício consignado destinados a esse mesmo público também teve alteração, ou seja, passou de 2,61% para 2,55% ao mês.

Todas essas mudanças no teto das taxas são consequências dos cortes no percentual da Taxa Selic, já que ela representa a taxa básica de juros da economia brasileira e é utilizada como instrumento de controle da inflação do Brasil. 

Essa medida entrou em vigor no dia 11 de março, então todos os bancos e instituições financeiras que oferecem crédito consignado INSS precisam se adequar a nova taxa de juros, caso contrário não poderão oferecer esse serviço financeiro em seu portfólio. Portanto, esse tipo de operação vai ficar mais barata para os segurados do INSS que têm margem consignável.

CLIQUE AQUI e receba as PRINCIPAIS NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA pelo WhatsApp

Impactos do novo limite no crédito consignado INSS

A queda no teto da taxa de juros do empréstimo consignado do INSS pode impactar diretamente aposentados e pensionistas que precisam deste crédito para suprir necessidades financeiras de emergência, como uma doença ou morte na família, ou, ainda, uma dívida muito alta para pagar mensalmente.

Leia mais: Atenção aposentados: Duas parcelas de R$ 706 serão liberadas por Lula – Confira a data de pagamento do 13 salario do INSS

Nesse sentido, como a taxa caiu e o salário mínimo teve um reajuste recentemente, os empréstimos tendem a ficar mais baratos e acessíveis aos segurados do INSS. Isso porque a renda aumentou fazendo com que o valor da margem consignável também aumentasse e a queda da taxa fez com que as parcelas fiquem mais baixas, se encaixando melhor no orçamento dos aposentados e pensionistas.

Para facilitar o acesso ao crédito, basta acessar o aplicativo ou site Meu INSS e clicar em “Taxas de Empréstimo Consignado”. Assim, será possível verificar as taxas que todos os bancos e instituições financeiras oferecem e escolher aquele que oferece a melhor taxa de juros. Além disso, vale destacar que é necessário ter muito cuidado na hora de pedir o crédito para evitar cair em golpes ou fraudes.

Como funciona o empréstimo consignado INSS

O crédito consignado INSS é um serviço financeiro destinado para aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social, que é vendido por bancos e instituições financeiras em todo o país. Porém, é necessário que essas empresas respeitem as regras impostas pelo governo federal para que possam oferecer esse tipo de operação.

Dentre essas regras, estão cobrar juros dentro do limite de juros, que atualmente é de 1,72% ao mês. Também é necessário respeitar a margem consignável, ou seja, os aposentados e pensionistas do INSS não podem comprometer mais de 35% do seu benefício com as parcelas do empréstimo.

Leia mais: Descubra os Segredos para Agilizar seu Pedido de Benefícios no INSS!

Vale destacar que nesse tipo de operação o prazo de pagamento é mais estendido em comparação com outros créditos disponíveis no mercado. Por exemplo, existem opções que oferecem até 84 meses para pagar. Para os segurados do INSS solicitarem esse tipo de serviço, basta entrar em contato com a instituição financeira pessoalmente, pelo app ou pelo internet banking.

Depois disso, fazer a simulação, analisar as condições, concluir a operação e aguardar a liberação do dinheiro diretamente na conta-corrente. Porém, é necessário lembrar que essa operação precisa ser autorizada pelo INSS, bem como as parcelas são descontadas no benefício todos os meses até que elas terminem. Então, é essencial planejar muito bem o orçamento familiar antes de solicitar este crédito.

Veja Também: Saiba tudo sobre a antecipação do 13º Salário do INSS

SAIU no DIÁRIO OFICIAL: 13 salário dos aposentados ADIANTADO 2024 – VEJA as DATAS e VALORES (Fonte: João Financeira TV).

Dica bônus

Receba nossas informações diariamente de forma gratuita, nos seguindo em nossas redes sociais:

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM!

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK!

Dica extra: Tenha todas as informações de forma rápida e sem precisar ler as notícias: Clique aqui, se inscreva em nosso canal do Youtube e assista.