Jornal JF
Fique por dentro das últimas notícias sobre INSS, economia, auxílios, 13º salário, FGTS e impostos com o Jornal JF - o mais completo e confiável

Milei Bane proíbe Linguagem Neutra em Órgãos Públicos

Confira porque Milei Bane proibiu a linguagem não-binária na administração pública da Argentina.

0

A linguagem não-binária, ou seja, aquela que evita termos masculinos ou femininos já aceitos pela sociedade, é uma forma de tornar a comunicação mais inclusiva. Porém, esse assunto gera bastante polêmica. Por exemplo, na Argentina o presidente Milei Bane proibiu a linguagem neutra nos órgãos públicos do país.

Essa decisão foi tomada recentemente e faz parte do pacote de medidas polêmicas do atual presidente da Argentina. Vale destacar que isso provocou diversos debates relacionados à representatividade e liberdade linguística no país. Continue a leitura e confira todos os detalhes dessa medida.

Milei Bane proíbe linguagem neutra nos órgãos públicos da Argentina

Milei Bane, presidente da Argentina, proibiu a linguagem inclusiva nos órgãos públicos do país (Fonte: Alejandro Pagni/AFP).
Milei Bane, presidente da Argentina, proibiu a linguagem inclusiva nos órgãos públicos do país (Fonte: Alejandro Pagni/AFP).

Recentemente, o porta-voz presidencial Manuel Adorni informou que o atual presidente da Argentina Milei Bane proibiu o uso de linguagem neutra, também conhecida como linguagem não-binária ou linguagem inclusiva, nas comunicações de todos os órgãos da administração pública do país.

Essa decisão já havia sido aplicada anteriormente para o Ministério da Defesa, as Forças Armadas e os órgãos descentralizados desta pasta.

Leia mais: Ministro da Economia de Milei afirma: Brasil vai ajudar Argentina a sair da crise

Essa medida utilizou como base que a língua oficial dos setores públicos da Argentina é a língua castelhana. Além disso, o porta-voz afirmou que o uso da linguagem neutra tem sido usada como uma questão política e que eles não entrarão nessa discussão.

Vale destacar que essa decisão está alinhada com o discurso do presidente de que o feminismo e o socialismo são ameaças para os países do Ocidente.

CLIQUE AQUI e receba as PRINCIPAIS NOTÍCIAS pelo WhatsApp

Repercussão da decisão do atual presidente da Argentina

A decisão de Milei sobre a linguagem neutra nos órgãos públicos do país teve muitas repercussões dentro e fora da Argentina. O deputado do Partido Obrero, Gabriel Solano, se manifestou no X (antigo Twitter), dizendo que as pessoas devem ter liberdade para se expressarem da maneira que desejarem e que a decisão de proibir a linguagem não-binária é um ato de facismo.

Leia mais: CEO da B3 afirma: Economia brasileira tem DEPENDÊNCIA reduzida da Argentina

Além disso, a medida tomada pelo atual presidente da Argentina gerou muitos debates e, muitos deles acalorados, em relação à liberdade linguística do país e às questões de representatividade. Nesse sentido, tanto defensores quanto opositores dessa decisão divulgaram seus diferentes posicionamentos sobre o assunto nos meios de comunicação dentro e fora do país.

Objetivo da linguagem neutra ou não-binária

A linguagem neutra ou não-binária é uma forma de comunicação inclusiva que não identifica as palavras com os gêneros masculino ou feminino.

No qual os artigos “a” e “o” considerados feminino e masculino, respectivamente, podem ser substituídos por artigos neutros, como “e” ou “u”, por exemplo. Essa é uma forma de deixar a linguagem mais inclusiva e representativa diante do grupo de pessoas com mais de um gênero.

Leia mais: IR 2024: Aposentados do INSS Devem Informar Benefícios e Outras Rendas!

Vale destacar que esse é um tema polêmico e que gera muitos debates, pois além dos confrontos ideológicos, também existem os desafios relacionados ao uso da língua formal falada e escrita utilizada no Brasil, que não prevê essa mudança. Essa é uma temática importante que ainda tem muito que ser discutida antes que seja tomada uma decisão definitiva sobre ela.

Veja Também: Confira as novidades sobre o 13º Salário INSS

FOI LIBERADO: 13 SALÁRIO na FOLHA de PAGAMENTO em MARÇO para os APOSENTADOS? QUEM tem DIREITO? (Fonte: João Financeira TV).

Dica bônus

Receba nossas informações diariamente de forma gratuita, nos seguindo em nossas redes sociais:

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM!

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK!

Dica extra: Tenha todas as informações de forma rápida e sem precisar ler as notícias: Clique aqui, se inscreva em nosso canal do Youtube e assista.