Jornal JF
Fique por dentro das últimas notícias sobre INSS, economia, auxílios, 13º salário, FGTS e impostos com o Jornal JF - o mais completo e confiável

Alarmante: Brasil chegou aos 2 milhões de casos de dengue! saiba como se prevenir

Casos de Dengue no Brasil aumentaram consideravelmente em 2024 comparado com o ano anterior. Confira como se prevenir.

0

O país enfrenta uma situação preocupante em relação aos casos de dengue no Brasil em 2024, com mais de 2 milhões de registros da doença até o momento. Este ano já é marcado pelo recorde de incidência, com números alarmantes em todo o país.

Além disso, os dados revelam um total de 682 mortes confirmadas em decorrência da dengue. Acompanhe aqui para obter informações detalhadas sobre os casos de dengue no Brasil em 2024, sintomas da doença e medidas preventivas.

Entenda o recorde de casos de dengue no Brasil em 2024

casos de dengue no Brasil
Casos de dengue no Brasil aumentaram (Fonte: Reprodução Google)

O Brasil enfrenta uma grave crise de saúde pública devido ao aumento alarmante de casos de dengue em 2024. Em 2023, houve um aumento significativo, com 400.197 casos registrados na mesma época, em contraste com os mais de 2 milhões de casos já contabilizados até o momento. Dessa forma, supera 2015, quando houve 1.688.688 notificações ao longo do ano.

Leia mais: Confira se Homem pode receber Bolsa Família? Regras, valor e inscrição

Além disso, o aumento nos casos, também enfrenta uma preocupante taxa de mortalidade pela doença. Em 2024, foram registradas 682 mortes confirmadas e ainda há 1.042 óbitos em investigação. O maior número de mortes por dengue registrado em 2023, com 1.094 óbitos confirmados.

Diante disso, 10 estados brasileiros decretaram emergência em saúde pública: Acre, Paraná, Distrito Federal, Goiás, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Santa Catarina, São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Essa medida visa ampliar os recursos e ações para combater a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença.

A adesão à vacinação contra a dengue ainda é baixa no Brasil. Menos de 0,2% da população brasileira se vacinou contra a doença, o que representa um grande desafio para controlar a epidemia. Até o momento, apenas 14,5% do público-alvo foi vacinado, de acordo com dados da Folha de S.Paulo. É fundamental que a população esteja ciente da importância da vacinação para conter o avanço da dengue no país.

CLIQUE AQUI e receba nossas PRINCIPAIS NOTÍCIAS pelo WhatsApp

Quais são os sintomas da dengue e como agir para se proteger

A identificação precoce dos sintomas da dengue é fundamental para garantir um tratamento eficaz e evitar complicações graves. Os sinais mais frequentes incluem febre alta, dores musculares intensas, dor ocular, mal-estar geral, perda de apetite, dor de cabeça e erupções cutâneas vermelhas pelo corpo.

Leia mais: INSS: 1ª Parcela do 13º Salário Não Será Depositada em Março! Conheça Agora a Data de Pagamento – Consulte o calendário oficial

Diante desses sintomas, é imprescindível buscar imediatamente a avaliação de um profissional de saúde, pois a dengue pode progredir para formas mais severas da doença. É importante estar atento a qualquer sinal de alerta, como dor abdominal intensa, vômitos persistentes, sangramento de gengivas ou nariz, dificuldade para respirar e sonolência excessiva.

Esses sintomas podem indicar complicações sérias da dengue, como a síndrome de choque, que requer atendimento médico de urgência. Portanto, qualquer sinal de agravamento dos sintomas deve-se comunicar imediatamente ao médico responsável.

Enquanto isso, adotar medidas preventivas para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. Isso inclui eliminar criadouros de mosquitos, como recipientes com água parada, usar repelentes e telas em janelas e portas, e utilizar roupas que cubram a maior parte do corpo, especialmente durante os períodos de maior atividade do mosquito, como o amanhecer e o entardecer.

Como combater a dengue?

A chave para o combate à doença reside na eliminação dos criadouros do mosquito e na adoção de medidas preventivas. Além disso, fundamental evitar o acúmulo de água parada em recipientes como vasos de plantas, pneus, garrafas e calhas, onde as fêmeas do mosquito depositam seus ovos. Afinal, ao realizar a limpeza regular da caixa d’água e mantê-la sempre fechada, com uma tampa adequada.

Leia mais: Banco Central informou mais uma queda na taxa Selic! Confira quais os impactos para a economia

Além das medidas de controle do mosquito, a vacinação é uma ferramenta importante na luta contra a dengue. Atualmente, a vacina está disponível em alguns estados brasileiros para um público específico, principalmente crianças e adolescentes de 10 a 14 anos, com maior incidência de casos graves da doença. Esta vacina pode ser administrada tanto em indivíduos que já tiveram dengue quanto aqueles que nunca foram infectados.

É muito importante que as autoridades de saúde e a população em geral estejam engajadas no combate à dengue, implementando medidas preventivas e promovendo a vacinação como parte integrante das estratégias de controle da doença.

Veja Também: ACABA de SAIR no DIÁRIO OFIClAL: NOVAS DATAS de PAGAMENTO do 13º salário INSS – CONFIRA AGORA

ACABA de SAIR no DIÁRIO OFIClAL: NOVAS DATAS de PAGAMENTO do 13º salário INSS – CONFIRA AGORA (Fonte: João Financeira TV).

Dica bônus

Receba nossas informações diariamente de forma gratuita, nos seguindo em nossas redes sociais:

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM!

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK!

Dica extra: Tenha todas as informações de forma rápida e sem precisar ler as notícias: Clique aqui, se inscreva em nosso canal do Youtube e assista.