Jornal JF
Fique por dentro das últimas notícias sobre INSS, economia, auxílios, 13º salário, FGTS e impostos com o Jornal JF - o mais completo e confiável

A Taxa de Juros do Empréstimo Consignado do INSS baixou em MARÇO – Consulte os novos valores e condições para contratar

Baixa na taxa de juros dos empréstimos consignados do INSS, novos valores liberados.

0

No dia 11 de março, passou a vigorar o novo limite da taxa de juros para empréstimo consignado direcionado a aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Essa decisão foi aprovada pelo CNPS (Conselho Nacional de Previdência Social) em 28 de fevereiro. Veja o que mudou e condições para contratar.

Mudança na taxa de juros Empréstimo Consignado INSS

Taxa de juros do empréstimo consignado do INSS baixou- Veja os novos valores e condições. (Fonte: Edição/Jornal JF)
Taxa de juros do empréstimo consignado do INSS baixou- Veja os novos valores e condições. (Fonte: Edição/Jornal JF)

A taxa para empréstimos com desconto em folha foi reduzida de 1,76% para 1,72% ao mês, implicando em uma queda de 0,04 ponto percentual. Quanto ao cartão de crédito consignado, a redução foi de 2,61% para 2,55% ao mês.

Leia Mais: INSS está preparando 3 surpresas para ABRIL. Confira todos os pagamentos que os beneficiários podem receber

O empréstimo consignado é disponibilizado para indivíduos que recebem aposentadoria ou pensão através de conta-corrente. Assim, devido ao desconto direto na folha de pagamento, esta modalidade oferece uma alternativa de crédito simples e com taxas de juros reduzidas.

Desse modo, esse foi o sexto ajuste desde março de 2023, quando houve uma modificação no limite para empréstimos consignados, reduzindo de 2,14% para 1,97% ao mês, resultado de um acordo entre o governo federal e as instituições bancárias.

CLIQUE AQUI e receba as nossas PRINCIPAIS NOTÍCIAS pelo WhatsApp

Novos valores liberados

Os segurados que recebem um salário mínimo mensalmente terão disponíveis valores de R$ 20.700 para empréstimo consignado, com parcelas de R$ 494,20. Já os beneficiários do Benefício de Prestação Continuada (BPC) terão o valor de R$ 17.740 para empréstimo, com parcelas de R$ 423,60.

A diferença nesses valores é que os aposentados e pensionistas podem usar até 35% de seu benefício para o pagamento das parcelas, enquanto os beneficiários do INSS podem usar apenas 30%.

Leia Mais: Projeto de lei para saúde mental dos idosos- Portanto, confira como os idosos serão beneficiados e os critérios para participar do programa

Dessa forma para os cartões de crédito consignado e o cartão benefício do INSS, o valor para saque liberado foi de R$ 1.526 e de limite no cartão foi liberado R$ 630. Tanto os aposentados e pensionistas quanto os beneficiários de BPC podem usar 5% para pagamento desse produto. Além disso, os aposentados e pensionistas possuem mais 5% para contratar um cartão benefício.

Regras do empréstimo consignado do INSS

De acordo com o Ministério da Previdência Social, a partir de agora, os bancos e instituições financeiras estão impedidos de oferecer empréstimos e cartões consignados com taxas superiores aos novos tetos estabelecidos.

Leia Mais: INSS divulgou que vai focar em análise documental pelo Atestmed para facilitar processo- Confira como solicitar benefícios

Conforme as normas vigentes, o segurado do INSS pode destinar até 45% do benefício para o pagamento de empréstimos. Desse modo, 35% são reservados para empréstimo pessoal, 5% para cartão de crédito e 5% para cartão de benefício.

Os beneficiários do BPC podem destinar até 35% para o pagamento de consignados, sendo 30% para o empréstimo e 5% para apenas um cartão.

O pagamento do empréstimo pode ser estendido por até 84 meses (sete anos) e os juros são fixados dentro de um limite, ou seja, a instituição financeira pode cobrar menos, mas não ultrapassar essa taxa. Ao optar por um crédito consignado, é crucial tomar algumas precauções para evitar armadilhas.

Dessa forma, como o pagamento é descontado direto do benefício mensal do segurado é importante que se organize ao fazer o empréstimo, para não passar por um aperto financeiro e ficar sem dinheiro no mês.

Assim, aposentados, pensionistas e beneficiários de auxílios concedidos pelo INSS, incluindo o BPC (Benefício de Prestação Continuada), devem verificar a taxa cobrada pelas instituições financeiras antes de contratar o empréstimo.

Como verificar as taxas de Empréstimo

Para verificar as taxas de empréstimo consignado, acesse o aplicativo ou o site Meu INSS, assim, confira o passo a passo a seguir:

  • Primeiramente, na página inicial, localize a barra de pesquisa (representada por uma lupa) e digite “Taxas de Empréstimo Consignado”.
  • Dessa forma, vai ser exibida uma página com a lista de bancos e as taxas de juros praticadas por cada um deles.
  • Em seguida, para visualizar mais bancos, desça a página até o final e clique em “Ver mais”.
  • Além disso, é possível buscar pela instituição desejada no topo da página, na seção “Pesquise por instituição”.

Veja Também: URGENTE: NOVA LEI pode SURPREENDER quem tem CONTA em BANCO

URGENTE: NOVA LEI pode SURPREENDER quem tem CONTA em BANCO – VEJA quem SERÁ IMPACTADO (Fonte: João Financeira TV)

Dica bônus

Receba nossas informações diariamente de forma gratuita, nos seguindo em nossas redes sociais:

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM!

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK!

Dica extraTenha todas as informações de forma rápida e sem precisar ler as notícias! Clique aqui, se inscreva em nosso canal do Youtube e assista.