Jornal JF
Fique por dentro das últimas notícias sobre INSS, economia, auxílios, 13º salário, FGTS e impostos com o Jornal JF - o mais completo e confiável

STF aprova: Aposentados de até 2008 terão Salário revisado e aumentado – Veja então agora o que muda no benefício INSS!

Aposentados terão um aumento assegurado. Agora, explicaremos como esse processo será realizado.

0

O STF (Supremo Tribunal Federal) anunciou uma decisão relevante relacionada à aposentadoria de um grupo específico de brasileiros, abrindo a possibilidade de um reajuste em seus benefícios e, consequentemente, um aumento em seus rendimentos. É fundamental ressaltar que essa medida não se aplica a todos os aposentados ou pensionistas. De acordo com a determinação da corte, o reajuste beneficiará especificamente os servidores federais que se aposentaram antes de 2008.

Enquanto os aposentados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) têm reajustes anuais em seus pagamentos, os servidores que se aposentaram antes de 2008 não tinham essa garantia. Por esse motivo, a questão foi levada aos tribunais. A decisão da corte reconheceu o direito ao reajuste para esses servidores, oferecendo uma vitória significativa. Continue lendo o artigo para saber quais pessoas serão elegíveis para receber a revisão de suas aposentadorias.

O que é a revisão da aposentadoria e quem pode receber 

STF aprova revisão da aposentadoria para um grupo de beneficiários. (Fonte: Edição / Jornal JF).
STF aprova revisão da aposentadoria para um grupo de beneficiários. (Fonte: Edição / Jornal JF).

Antes de abordar o tópico principal, é essencial esclarecer o processo de reajuste das aposentadorias. Como mencionado anteriormente, os segurados têm a garantia de um aumento anual. O valor mínimo estabelecido pela autarquia federal segue o piso nacional, enquanto outros valores são ajustados de acordo com a inflação. No entanto, devido à legislação vigente, os servidores federais aposentados antes de 2008 não desfrutavam do mesmo reajuste aplicado no Regime Geral da Previdência Social (RGPS). Foi necessário uma decisão do TRF (Tribunal Regional Federal) para assegurar a paridade nessa categoria.

Leia mais: BOA NOTÍCIA: INSS anuncia BÔNUS de R$5.000 para Novembro. Confira a lista de beneficiados!

Essa determinação implica que o Poder Judiciário ordenou que os servidores sejam contemplados com o mesmo reajuste aplicado ao RGPS (Regime Geral da Previdência Social). No entanto, a União interpôs um recurso contra essa decisão, levando o caso ao STF (Supremo Tribunal Federal). A mais alta instância judiciária do país endossou a mesma determinação do TRF, conferindo uma vitória substancial aos servidores públicos. Isso significa que essa categoria poderá usufruir da revisão de suas aposentadorias, e a decisão do Supremo valida a constitucionalidade desse reajuste.

Leia mais: VITÓRIA DOS APOSENTADOS: STF aprova REAJUSTE DO INSS – Confira o novo valor INSS agora mesmo aqui e se surpreenda

Por que os servidores não recebiam o reajuste? 

Os servidores que se aposentaram antes de 2008 enfrentaram a disparidade salarial em relação aos que permaneceram na ativa, ou seja, não desfrutavam do mesmo reajuste. Além disso, eles não se enquadram no RGPS (Regime Geral da Previdência Social), uma vez que se aposentam sob o RPPS (Regime Próprio da Previdência Social).

Com a recente decisão do tribunal, essa categoria agora assegura seu direito ao reajuste. É relevante destacar que a revisão da aposentadoria foi aprovada de forma unânime. Todos os ministros seguiram o voto do relator, Dias Toffoli. Essa determinação foi recebida com alegria pelos servidores inativos.

Leia mais: BOA NOTÍCIA: Você tem mais de 60 anos? ENTÃO CLIQUE E CONFIRA BENEFÍCIOS EXCLUSIVOS LIBERADOS EM 2023!

Veja também:

Bancos podem pagar 14º salário do INSS. (Fonte: Fonte João Financeira TV).

Dica bônus:

Receba nossas informações diariamente de forma gratuita, nos seguindo em nossas redes sociais:

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM!

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK!

Dica extra: Tenha todas as informações de forma rápida e sem precisar ler as notícias: Clique aqui, se inscreva em nosso canal do Youtube e assista.