Jornal JF
Fique por dentro das últimas notícias sobre INSS, economia, auxílios, 13º salário, FGTS e impostos com o Jornal JF - o mais completo e confiável

Conselho da Previdência derruba teto de juros do consignado para beneficiários do INSS: saiba mais!

Previdência Social abaixou pela sexta vez consecutiva o juros do empréstimo consignado de 1,76% para 1,72%.

0

O Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS) anunciou mais uma medida para beneficiar aposentados do INSS e pessoas de baixa renda que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC). Trata-se do sexto corte no teto dos juros do consignado desde março de 2023.

Com o novo corte, é importante estar atualizado sobre o valor do teto dos juros do consignado, para que os beneficiários possam tomar decisões financeiras conscientes e aproveitar as melhores oportunidades de crédito disponíveis. Fique por dentro das mudanças e saiba como elas podem impactar sua vida financeira.

CNPS Reduz Teto de Juros para Empréstimo Consignado e Cartão de Crédito

Juros do empréstimo consignado é derrubado pelo Conselho da Previdência (Fonte: Edição/ Jornal JF)
Juros do empréstimo consignado é derrubado pelo Conselho da Previdência (Fonte: Edição/ Jornal JF)

O CNPS implementou mais uma nova redução no teto de juros para diferentes modalidades de empréstimo. No caso do empréstimo consignado convencional, com desconto em folha de pagamento, a taxa máxima foi reduzida de 1,76% ao mês para 1,72% ao mês. Sendo assim, as operações nas modalidades de cartão de crédito e cartão consignado de benefícios, a taxa máxima de juros foi ajustada de 2,61% ao mês para 2,55% ao mês.

Leia mais: Confira Agora: Calendário do 13º Salário do INSS para 2024 – Descubra Quem Tem Direito e Como Receber!

Apesar das determinações do CNPS, recentemente, a Controladoria-Geral da União (CGU) divulgou uma auditoria que revelou taxas de juros acima do teto em mais de um quinto dos contratos analisados. Dessa forma, bancos e instituições financeiras devem cumprir essa medida.

Essa redução nos tetos de juros tem o potencial de beneficiar milhares de consumidores, proporcionando condições mais favoráveis para o acesso ao crédito e contribuindo para a estabilidade financeira.

CLIQUE AQUI e receba nossas PRINCIPAIS NOTÍCIAS pelo WhatsApp

Redução Progressiva dos Juros do Consignado desde Março de 2023

Desde março de 2023, o Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS) tem implementado uma série de cortes nos juros do consignado para beneficiários do INSS. Dessa forma, a medida visa proporcionar condições mais favoráveis aos aposentados e pensionistas, reduzindo o peso das taxas de juros em seus orçamentos.

Leia mais: Brasil registra 184 mortes por Dengue – Situação preocupa

Na ocasião, o teto dos juros do consignado convencional foi reduzido de 2,14% para 1,70%, desencadeando debates e negociações entre o CNPS e os bancos. Diante da resistência inicial, foi estabelecido um meio-termo, fixando o teto em 1,97%, visando equilibrar os interesses das instituições financeiras e dos beneficiários.

Diante disso, essa tendência de redução prosseguiu em agosto, quando os juros foram novamente diminuídos, passando de 1,97% ao mês para 1,91% no caso do empréstimo consignado convencional. Em outubro, caiu para 1,84%. Em dezembro, caiu para 1,80%. Já em janeiro de 2024 caiu para 1,76% e agora está em 1,72%. Essas medidas refletem o compromisso do CNPS em promover políticas que aliviem o endividamento e proporcionem maior acesso ao crédito de forma responsável.

Regras do Empréstimo Consignado do INSS

O empréstimo consignado é uma opção de crédito disponível para os segurados do INSS, controlada pela Previdência Social. De acordo com as normas vigentes, o beneficiário pode comprometer até 45% do valor do seu benefício com o empréstimo, distribuídos da seguinte forma: 35% para empréstimo pessoal, 5% para o cartão de crédito consignado e 5% para o cartão de benefício, introduzido em 2022.

Contudo, para quem recebe Benefício de Prestação Continuada- BPC, a margem é de 35% apenas, dividido em 30% para empréstimo e 5% para os dois cartões.

Leia mais: INSS terá que revisar aposentadoria em 30 dias e pagar novos valores; Confira

Além disso, o prazo para pagamentos do empréstimo pode se estender por até 84 meses, o que equivale a sete anos. Vale ressaltar que os juros são limitados, ou seja, as instituições financeiras não podem cobrar taxas superiores ao estabelecido pelo CNPS. Essa medida visa proteger os beneficiários de práticas abusivas e garantir condições mais justas de acesso ao crédito.

Portanto, o empréstimo consignado do INSS oferece uma alternativa de crédito com taxas controladas e prazos flexíveis, permitindo que os segurados possam gerir suas finanças de forma mais eficaz. Ao mesmo tempo, é essencial que os beneficiários estejam cientes das condições e limitações desse tipo de empréstimo para fazerem escolhas financeiramente responsáveis.

Veja Também: TODOS PEDIRAM: RESPOSTA do 13° e 14° salário INSS 2024 – SAIU CALENDÁRIO de PAGAMENTOS?

TODOS PEDIRAM: RESPOSTA do 13° e 14° salário INSS 2024 – SAIU CALENDÁRIO de PAGAMENTOS? (Fonte: João Financeira TV).

Dica bônus

Receba nossas informações diariamente de forma gratuita, nos seguindo em nossas redes sociais:

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM!

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK!

Dica extra: Tenha todas as informações de forma rápida e sem precisar ler as notícias: Clique aqui, se inscreva em nosso canal do Youtube e assista.