Jornal JF
Fique por dentro das últimas notícias sobre INSS, economia, auxílios, 13º salário, FGTS e impostos com o Jornal JF - o mais completo e confiável

ALERTA: Salários PERDEM espaço na economia e CAEM para menos de 40% do PIB, atingindo o menor NÍVEL em 19 anos

Salários perdem espaço na economia brasileira, confira situação e veja as projeções para os próximos anos.

0

Desde 2017, os salários e número de contribuição de trabalhadores vem caindo no Brasil, mostrando que nossa economia não está indo bem. No ano de 2016 a renda de cidadãos assalariados chegou a um ápice de 44,7% do PIB (Produto Interno Bruto).

No entanto, após esse marco, a porcentagem vem apenas diminuindo, chegando a uma marca abaixo de 40%, o que mostra o aumento da desigualdade no país, deixando para trás o perfil das economias mais desenvolvidas.

Variação do PIB no Brasil mostra realidade da Economia

Salário perdem espaço na economia brasileira (Fonte: Edição / Jornal JF)
Salário perdem espaço na economia brasileira (Fonte: Edição / Jornal JF)

Segundo dados do IBGE, analisados pelo lado da renda, dividindo a economia entre capital e trabalho, o PIB medido em 2021 chegou a 39,2%, o menor desde 2004. Assim, segundo especialistas ainda não houve a recuperação do PIB até 2024.

Leia Mais: Boa Notícia: Multa de 10% para Bancos por Consignado Indevido a Beneficiários do INSS – Confira Detalhes!

No entanto, em contrapartida, o excedente operacional bruto, que mostra o lucro das empresas, aumentou. Portanto, o valor mudou de 32,1% em 2015, para 37,5% do PIB brasileiro em 2021.

Economistas dizem que estes dados se devem ao fato da queda da renda no trabalho, redução de vagas de trabalho e o aumento dos lucros com digitalização e automação, o que faz diminuir ainda mais as vagas no mercado de trabalho.

Além disso, há um novo fator que contribui, a “pejotização”, ou seja, a contratação de pessoas como pessoa jurídica ao invés de contratação com carteira assinada, o que faz a renda do empregado ser considerado como renda da empresa.

CLIQUE AQUI e receba as nossas PRINCIPAIS NOTÍCIAS pelo WhatsApp

Desigualdade no Brasil

desigualdade pode ser vista de duas maneiras, através da renda pessoal e da distribuição funcional da renda, entre capital e trabalho.

Leia Mais: ÓTIMA NOTÍCIA! Data Oficial Confirmada e Aumento no 13º Salário do INSS para Todos – Veja Já!

Desse modo, da para se analisar que há mais renda apropriada pelo capital e menos pelos trabalhadores.

Um grande fator que mudou o trajeto da economia no Brasil, foi a pandemia do Covid-19, que se iniciou em 2020, aprofundando a tendência da renda ser apropriada em maior parte das vezes pelo capital.

Leia Mais: Evento Jornada da Riqueza revelará todos os segredos para você ter uma vida mais saudável e feliz – Participe

Segundo economistas, a tendência vem sendo freada desde 2022, no entanto, os dados atuais indicam que o nível de participação dos salários dos trabalhadores na economia ainda segue abaixo dos 40%, não tendo voltado ainda ao nível de 2019, ano anterior ao início da pandemia.

Veja Também:

CONFIRMADO: TRISTE NOTÍCIA para quem RECEBE ACIMA do MÍNIMO – NÃO vai ter AUMENTO REAL? APOSENTADOS (Fonte: João Financeira TV)

Dica bônus:

Receba nossas informações diariamente de forma gratuita, nos seguindo em nossas redes sociais:

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM!

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK!

Dica extraTenha todas as informações de forma rápida e sem precisar ler as notícias. Então clique aqui, se inscreva em nosso canal do Youtube e assista.