Jornal JF
Fique por dentro das últimas notícias sobre INSS, economia, auxílios, 13º salário, FGTS e impostos com o Jornal JF - o mais completo e confiável

Urgente: marcado novo julgamento da revisão da vida toda para o dia 03/04- Confira os impactos para aposentados

Veja as últimas notícias e a próxima data para o julgamento da revisão da vida toda, além de saber como isso afeta os aposentados!

0

Na última quinta-feira, 21 de março de 2024, por 7 a 4, o STF teve uma nova decisão com relação ao julgamento revisão da vida toda. No que tange a revisão, diz respeito a constitucionalidade ou não do artigo 3 da Lei 9.876/99.

Essa revisão trata-se de um recurso que altera a forma de cálculo das aposentadorias para os trabalhadores que já contribuíam antes de julho de 1994. Ela permite que o trabalhador escolha a regra mais vantajosa para se aposentar.

No ano de 2022, o Supremo Tribunal Federal (STF) já tinha decidido a favor dos aposentados quando, por seis votos a cinco, entendeu juntamente com a 1ª seção do STJ de que os aposentados têm direito de escolher a regra mais vantajosa diante de alterações da Legislação Previdenciária.

Então, para entender melhor sobre as fases do julgamento revisão da vida toda, veja a seguir.

Do que se trata a revisão da vida toda?

Veja como está o julgamento revisão da vida toda e saiba como fica para os aposentados.  (Fonte: Edição / Jornal JF)
Veja como está o julgamento revisão da vida toda e saiba como fica para os aposentados.  (Fonte: Edição / Jornal JF)

No Direito Brasileiro existe uma máxima que se chama regra de transição. Ela é utilizada sempre que acontece uma reforma em alguma Legislação para trazer mais segurança jurídica. Nesse sentido, utiliza-se a regra mais vantajosa para aqueles atingidos pelas mudanças.

Leia em seguida: Empresas de cartão de crédito estão investindo em novo produto que traz mudanças na forma de pagamento e taxas de juros

No que diz respeito a regra de transição da Reforma da Previdência, trata-se de todos os aposentados que já estavam para se aposentar á epoca da Reforma da Previdência, todavia, não foram afetados pela reforma, visto que com a regra de transição, ainda conseguiriam se aposentar pelas regras antigas.

Em se tratando da revisão da vida toda, trata-se de um recálculo de todas as aposentadorias. Todavia, com a soma do tempo anterior ao ano de 1994, início do Plano Real. E através deste novo cálculo realizado, os aposentados poderiam aumentar suas aposentadorias.

Em 2024, o cálculo do benefício de quem era segurado do Instituto filiado até novembro de 1999, tem a média de todos os salários calculada com 80% das maiores contribuições feitas pelos aposentados a partir de julho de 1994.

Dessa forma, apenas as contribuições em real são consideradas para fazer o cálculo de quanto os aposentados vão receber de aposentadorias, enquanto os valores recolhidos em cruzeiro ou outras moedas acabam descartadas.

Leia em seguida: Quem tem carteira assinada pode receber o Bolsa Família em 2024? Confira as regras do benefício

E isso significa que, com o descarte destes valores em moedas que não sejam do Plano Real, os aposentados, pensionistas e demais beneficiários da Previdência Social estão deixando de receber valores que chegam a R$ 1000.

CLIQUE AQUI e receba as nossas PRINCIPAIS NOTÍCIAS pelo WhatsApp

Em que fase está o julgamento revisão da vida toda?

Na última quinta-feira, 21 de março de 2024, por 7 a 4, o STF decidiu pela derrubada da revisão da vida toda. Na discussão, os ministros decidiram que o artigo em questão, tem natureza obrigatória, ou seja, o segurado não pode decidir pela regra mais vantajosa.

Leia em seguida: INSS fechou parceria com os Correios e procedimentos para solicitar benefício vai mudar no dia 20 de março- Confira

No entanto, vale lembrar que, em 2022, o o Supremo Tribunal Federal (STF) já tinha decidido a favor dos aposentados quando, por seis votos a cinco, entendeu juntamente com a 1ª seção do STJ de que os aposentados têm direito de escolher a regra mais vantajosa diante de alterações da Legislação Previdenciária.

Entretanto, antes de se aposentar, a ministra Rosa Weber adiantou seu voto no sentido de que deveria haver modulação dos efeitos para proteção e segurança jurídica. E o voto da ministra foi seguido por Edson Fachin e Carmén Lúcia.

Leia em seguida: Mudanças nos Pagamentos do INSS em 2024: O Que Lula Anunciou e Como Isso Afeta os Beneficiários!

Logo após pedido de vista, ministro Cristiano Zanin entendeu pela alegação de nulidade do acórdão e determinou o retorno dos autos ao STJ para nova análise. Neste caso, acompanhou-se o voto os ministros Luís Roberto Barroso e Dias Toffoli.

E como fica a revisão da vida toda para os aposentados?

Depois do julgamento revisão da vida toda, prevalece o entendimento de que quem estava segurado antes da data da nova lei de 1999, fica protegido pela regra de transição. No entanto, quem tornou-se segurado após este período, está afetado pelo fator previdenciário.

Leia em seguida: Mudanças no FGTS 2024: Saiba Tudo sobre o Fim do Saque-Aniversário e Empréstimo

No próximo 3 de abril, o Supremo Tribunal Federal (STF) vai julgar a recurso contra tese da revisão da vida toda. Trata-se de embargos de declaração opostos pelo Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) contra a decisão de 2022 do STF responsável pela validação da regra mais vantajosa.

É importante destacar que, no Direito Brasileiro, embargos de declaração tem a única finalidade esclarecer possíveis contradições em uma decisão. Por isso, continue no Jornal JF para saber das últimas notícias a respeito!

Veja também: Confira as últimas notícias do 13º Salário do INSS

ATENÇÃO: INSS COMUNICA: 13 salário terá PAGAMENTOS BLOQUEADOS – VEJA AGORA LISTA (Fonte: João Financeira TV).

Dica bônus:

Receba nossas informações diariamente de forma gratuita, nos seguindo em nossas redes sociais:

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM!

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK!

Dica extraTenha todas as informações de forma rápida e sem precisar ler as notícias: Clique aqui, se inscreva em nosso canal do Youtube e assista.